quarta-feira, 28 de abril de 2010

como será o amanhã?

"responda quem puder!"

Quem de fato saberá o que amanhã nos reserva?
Quem é o destino?
Prefiro não saber e nem duvidar;
gosto do hoje, só hoje eu sei o que é gostar.
Ontem eu nem sabia o que era felicidade de verdade
e no amanhã só encontro a icognitá pros ouvidos,
a discórdia pro sonho,
e o vejo como aliado da razão.
Desse aí, prefiro não saber não.
O que eu prefiro mesmo,
é acordar e sorrir,
espreguiçar gostoso,
me sentir viva sem ouvir por aí os julgamentos alheios.
prefiro mais é sonhar, acreditar na mudança.
ainda que seja improvável,
o que me resta é provar pra muita gente
que o bem existe.
Sem mais.

Um comentário:

  1. Sem mais!

    a gente pode tomar uma cerveja amanhã...
    hehe.
    beijos.

    ResponderExcluir

Sem pudores por favor.